quinta-feira, 21 de outubro de 2010

'Tás a entender?

video

Tu és uma mulher espectacular. Acho que meio mundo se apaixonaria por ti, não fosse o azar de não te conhecerem. Não desconfias sequer do amor que tenho pelo que sinto por ti, do orgulho que eu tenho em ter-te na minha vida. A probabilidade de te conhecer era de 1/6 697 254 041!! E eu consegui! E foi por acaso! Não é tão bom? Sou feliz, agora sou feliz. Tenho-te sempre, tu tens-me a mim, temo-nos uma à outra sempre e para sempre. Aquelas promessas que eu te fiz, estão agora, mais do que nunca, amarradas a nós para todo o sempre.
E deixo-te aqui de novo a promessa de que estarei ao teu lado até nao existirmos mais.
E é confuso, e deixei de ter a noção de significados ou simplesmente ainda não inventaram a palavra certa, mas posso dizer que aquilo que eu senti por ti um dia, não é o que sinto hoje. Mas não é menos do que sinto hoje. Mas hoje eu Amo-te, mas não como amava, hoje tu és a mulher que eu mais admiro, hoje tu és um grande exemplo a seguir, hoje tu és a melhor amiga que eu alguma vez podia ter.

O meu caminho e o teu caminho são caminhos distintos e, no entanto, caminhamos as duas de mão dada...
...together, we're stronger than anything♥

3 comentários:

Pedro M. disse...

A probabilidade não é de 1/6 697 254 041. Mesmo no caso de todos os indivíduos serem iguais (1 idade, 1 sexo, 1 estereótipo físico e 1 percurso de vida), sendo a tua predisposição para as características de cada um deles indiferenciada, terias sempre de ter em conta o factor geográfico. Sendo mais específico, teremos de criar um grupo alvo com um determinado conjunto de características que potenciam o aumento de probabilidade.

País - desce para 1/10000000


Cidade/região: vamos dar uma hipótese a toda a gente do Grande Porto e assumir que arredores e cidade não têm grande diferença - desce para 1/1000000

Sexo preferencial (não sei qual é, e assumindo que não és bi, terei de assumir partes equivalentes) - desce para 1/500000

Escalão etário (à parte do desejado, assumindo uma distribuição igual entre todos os escalões) 1/100000

Ramo/zona de trabalho, estudo ou grupo social, que possa aumentar as probabilidades de conhecimento - desce para 1/20000

Pessoas minimamente atraentes, que não matem de medo o susto - desce para 1/5000

Como vês, a hipótese de essa pessoa amada é apenas de 1/5000. Fraquito, não? Afinal o amor não é assim nada de tão especial :P

Sim, tenho muito tempo livre; não sou capaz de deixar passar incorrecções matemáticas destas.

E. disse...

A-DO-REI este comentário.

vanessa disse...

adorei aquele comentario !!!! :) e adorei pensar que um dia tb conseguirei sentir isto.