terça-feira, 12 de julho de 2011

Essência

Há uma mulher na minha vida por quem eu me apaixonei perdidamente durante vários anos e de quem eu fui atrelado durante muito tempo.
Este blog foi criado em homenagem a ela e ao que eu sentia. Chama-se L.
Quando a conheci, era demasiado nova para entender o que se passava, quando percebi a minha vida tornou-se uma porcaria. Ela é mais cota uns anitos e serviu-me de ombro.

É uma gaja gira ela, é engraçada. Passa a vida a comer, mas eu acho que fica adorável.
Apesar de eu fazer coisas com as quais ela não se sentia bem, ela nunca me deixou sozinha e nunca me deixou para trás. Corajosa ela lol. Mesmo quando eu dizia as maiores parvoíces por estar a morrer de ciúmes e outras coisas que eu agora sei que não devia ter dito e não devia ter feito.
Ela é um exemplo no que fez, não conheço ninguém que fosse capaz de aguentar o que ela aguentou de mim durante tanto tempo e agora, depois de tudo acabar, continuar ao meu lado. Descobrir que uma amiga nos ama não é fácil, nem é fácil receber 300 mensagens e e-mail's por dia nem ouvir acusações de outras pessoas. Nem merece aquilo que ouviu por não ter fingido gostar de mim como eu queria que gostasse. Sempre se manteve fiel ao que é e nunca descurou a nossa amizade.

Não olhem agora porque vou ser fofinha.


Vais ser sempre a mulher da minha vida. Nunca eu vou amar tanto ninguém como te amei, vou sempre lembrar-me de tudo o que reti na minha memória desde a primeira vez que te vi e hoje, (ainda) gosto muito de ti. Tu já ouviste isto muitas vezes né, mas vale sempre reforçar que quero fazer tricot contigo quando formos velhinhas e quero ver-te ser feliz e essas merdas todas de amigas. Tenho um orgulho enorme em ti. Às vezes sou estúpida, mas agora é que estás a conhecer a verdadeira eu e eu quero dar-te a conhecer quem sou quando não estou apaixonada. Sou boa gente, trust me.
Por tudo o que fizeste, brigaduskas



Agora vou-lhe mandar isto para ver se ela se dá ao trabalho de comentar. E claro que vou ficar na merda, porque ela nunca comenta mas life's a bitch e nós só temos que levar com ela em cima e achantrar.

Até amanhããã

15 comentários:

Susi disse...

Ahah realmente que porreiro! Escrevemos textos parecidos com imagens semelhantes ao mesmo tempo. :D tem piada :) .
Adorei o teu post, a tua escrita é clara, vê-se que escreves por amor, e isso é bonito! ;)
Já agora, a pessoa para a qual eu escrevi o meu texto também nunca comenta nada :D (mas diz-me sempre o que tem a dizer em privado, é discreto vá :D)

Susi disse...

Pronto então assim tudo bem! É sempre bom sabermos o que a outra pessoa acha ;)
*

Takeshi Agarie disse...

Muito sincero e bonito o texto.
Dizem que o primeiro amor nunca se esquece...
Também dizem que enquanto não se acha a pessoa certa, divertimo-nos com as erradas. Afinal a fila anda e temos que dar lugar ao próximo.

p.s.: Pelo que vi nesse sistema de blog, se a pessoa o segue, a cada postagem nova ela é notificada. Logo é certeza que houve leitura. Embora não houve comentário.

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Gostei... foi uma forma divertida de fazeres uma pequena (grande) homenagem.

Coelho Doido disse...

o importante não é esperar que a L te responda ...

importante é saber que os teus sentimentos foram demonstrados... com a mais verdadeira das realidades..

nao faz mal dizer o quanto gostamos de alguem, mesmo sabendo que esse alguem podera nem ler a menssagem... o importante e saber que o fizemos... e orgolhamo-nos disse, ponto...

beijos

Mr. Mystery disse...

Gostei deste teu cantinho... de letras soltas e ideias livres... gostei de cada texto que nos leva por uma estrada diferente, nas emoções e concepções... Gostei... E voltarei... :)

Mr. Mystery disse...

Quando tiveres um tempinho visita também o meu cantinho... :-)

http://passion2hearts.blogspot.com

Take care.

mythic disse...

fantástico a maneira como falas dela , com muita ternura e saudade , é de te dar os parabéns por admitires um"amor proibido" para alguns , mas que eu aprecio bastante ver 2 mulheres juntas acho mais carinhoso e sensual

Balada da minha Alma disse...

Lyn,

vim visitar-te e conhecer-te um pouco. Gostei dos textos, da música, da essência que por aqui anda.

Voltarei mais vezes :)

eu e tu disse...

Gostei:)

Ska disse...

Ui. Lamechas, toda lamechas.

Maria Papoila disse...

Atão e a L. não disse nada? aaaaii!

Marta Pinha disse...

Lindo e identifico-me perfeitamente com isto. Very, very well done. :)

Marta Pinha disse...

Lindo e identifico-me perfeitamente com o texto. Very, very well done. :)

Miguel disse...

Bonito!

Puro até!